Pacote de pamonhas faz voo da Webjet retornar a Ribeirão Preto

4.8 (95.92%) 98 votes

Um isopor com pamonhas quentes fez com que um voo da Webjet, com destino a Curitiba (PR), retornasse ao aeroporto Leite Lopes, em Ribeirão Preto (313 km de SP), na tarde de segunda-feira (27), provocando pânico entre os passageiros.

A aeronave decolou por volta das 13h30 e, após 20 minutos, os passageiros foram informados que o avião iria voltar porque estava com problemas técnicos.

A estudante Jaqueline Jane Rocha Teixeira, 32, que estava no voo, contou que, logo depois do anúncio do comandante, alguns passageiros se desesperaram.





“O pessoal começou a falar que o avião ia cair, alguns começaram a chorar e teve até quem tirou o terço da bolsa e começou a rezar. Foram momentos de desespero. Ninguém sabia ao certo o que estava acontecendo.”

A aeronave voltou a Ribeirão e ficou cerca de 30 minutos sobrevoando o Leite Lopes para gastar combustível antes de pousar. Dez minutos depois, os passageiros receberam a informação de que uma caixa com pamonhas que estava no bagageiro tinha causado um superaquecimento. O comandante avisou ainda que o problema já estava resolvido e o avião iria decolar de novo.

“Eu não quis ficar de jeito nenhum lá dentro. Como pode em dez minutos eles terem resolvido um problema técnico? Isso não é tempo suficiente nem para fazer uma vistoria decente”, disse a dentista Ludmila Ventin, 30.

Segundo a assessoria de imprensa da Webjet, durante o voo, um sensor de temperatura acusou um aquecimento no bagageiro.

O piloto então decidiu voltar a Ribeirão. Técnicos inspecionaram o bagageiro e constataram que um isopor com pamonhas quentes estava ao lado do sensor. A bagagem foi retirada e o voo seguiu para Curitiba.

De acordo com a Webjet, 18 passageiros não quiseram reembarcar na mesma aeronave. Eles devem viajar nesta terça.

Fonte: Folha Online





Deixe seu comentário